Curiosidades da Língua

Todos percebem que na palavra arruaça está embutida a palavra rua, daí o significado de arruaça: confusão ou desordem que nasce na rua. E de arruaça surgiu a palavra arruaceiro, que é sinônimo de desordeiro. Aliás, da palavra rua nasceu também uma outra palavra interessante. Sabe aquela cadeirinha que, no Brasil antigo, era conduzida pelos escravos para transportar pessoas?  Geralmente, era uma cadeirinha fechada, com uma pequena cortina. E lá dentro ia um homem ou uma mulher. Pois bem. Essa cadeirinha era chamada de “cadeirinha de arruar”, isto é, cadeirinha de andar nas ruas

Todo mundo conhece a expressão “dar bode”, usada quando queremos dizer que uma situação ficou complicada, acabou em confusão ou mal-entendido. Mas por que falamos do bode nesse caso? O bode sempre esteve ligado às forças diabólicas, como lembra Câmara Cascudo, no livro Coisas que o Povo Diz: “Qualquer velha bruxa de outrora, sabedora de orações e remédios fortes, informava do poder do Bode, sinônimo do diabo, temido e respeitado na ambivalência natural.” Aliás, segundo a tradição judaica, o bode era o animal escolhido para carregar todos os pecados de seu povo e, por isso, era ritualisticamente abandonado num deserto. Representando todo o mal, o bode expiatório era ao mesmo tempo vítima e réu. Dar bode, portanto, é ter como resultado uma situação infernal, indesejável, confusa.

 

 

http://www.douglastufano.com.br/curiosidades_7.html (acesso 15/10/2018)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s